7 comentários

Filosofia Pop #006 – Sócrates


Murilo Ferraz e Marcos Carvalho Lopes recebem Rafael Rodrigues, também conhecido como Algures do MDM, para falar sobre a vida de Sócrates. Descubra se Sócrates sabia ler, qual a contribuição dele para o mundo e quem é o Sócrates da música.

A ideia do podcast Filosofia Pop é trazer discussões filosóficas com pitadas de referências culturais.

Se você não conhece ainda a mídia podcast e tem dúvidas sobre como acompanhar o programa, veja este guia.

Vamos nos encontrar aqui a cada duas semanas para iniciar conversas filosóficas, sempre às segundas-feiras, e continuar o papo com vocês nos comentários e redes sociais.

Se você curtiu o episódio, deixe seu comentário. É muito importante termos o retorno dos nossos ouvintes.

Você pode também enviar um e-mail para contato@filosofiapop.com.br.

Ajude a divulgar nosso trabalho curtindo nossa página no Facebook e avaliando nosso programa no iTunes.

Com vocês, mais um episódio do podcast Filosofia Pop!


Sobre o Rafael Rodrigues

Rafael AlguresRafael Rodrigues, mais conhecido como Algures, é redator publicitário, roteirista de quadrinhos e divulgador científico. Formado em Filosofia pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), escreve sobre terror, quadrinhos, filosofia e ciência para sites diversos.

Site dos Melhores do Mundo (não, não é o grupo de teatro)
Textos do Algures no MDM
Textos de Rafael Rodrigues no AstroPT.org
Site da Dinamo Studio
Dies Irae


Comentados no episódio

0h02m30s – Pauta principal
Sócrates
Sócrates
(469 a.C. Atenas, Grécia – 399 a.C. Atenas, Grécia)
Platão
Platão
(428 a.C. Atenas, Grécia – 348 a.C. Atenas, Grécia)
Xenofonte
Xenofonte
(430 a.C. Atenas, Grécia – 354 a.C. Trácia)
Aristófanes
Aristófanes
(447 a.C. Atenas, Grécia – 385 a.C. Delfos, Grécia)
Friedrich Nietzsche
Friedrich Nietzsche
(15/10/1844 Röcken, Prússia – 25/09/1900 Weimar, Saxônia)

Aristóteles
(384 a.C. Estagira,Grécia – 322 a.C. Cálcis, Grêcia)
Michel Foucault
Michel Foucault
(15/10/1926 Poitiers, França – 25/06/1984 Paris, França)
Cornel West
Cornel West
(02/06/1953 Tulsa, Estados Unidos – )
0h51m36s – Indicações de livros, músicas e vídeos

Indicações do Rafael:

Livros

Quadrinhos

Músicas

Joan Baez – Blowin’ the Wind

Indicações do Marcos:

Filmes

Roberto Rossellini – Socrates (1970)

Livros

Quadrinhos

Murilo Ferraz

Graduado em Ciência(s) da Computação, fotógrafo amador e agora podcaster

  • Humano Crônico

    Muito bom! Também vivo os dilemas da pronúncia certa ou não dos nomes dos filósofos gregos e jamais ousaria corrigir alguém, mas uma pronúncia que vem dando açoites em nossos tímpanos é a do termo “esteja” numa forma inexistente, porém circular nas conversas dos mestres e doutores que tenho ouvido aqui: “teja”.
    A parte estes escorregões na língua – fantástico o podcast!

    • Olá, @humanocrnico:disqus. Obrigado pelo comentário. Valeu pelas críticas.

      Abraço.

  • Gurizada…

    Meu nome é Cristiano Machado e sou acadêmico de filosofia em Curitiba, PR.

    Gostaria de parabenizar o grupo pelo programa. Já tive vontade de começar um podcast sobre filosofia, mas por falta de capacidade/vergonha na cara acabei por não dar continuidade. Mas fico feliz em saber que vcs estão fazendo esse otimo trabalho…

    Parabens a todos, e um grande abraço

    • Murilo Ferraz

      Valeu, Cristiano! Que bom que curtiu nosso trabalho. O trabalho de vocês também é muito bom, acompanho sempre os seus vídeos. Pra quem não conhece o canal do Cristiano, vale a pena conferir: https://www.youtube.com/user/Crentassos

      Parabéns pelo seu trabalho também e um forte abraço!

  • Daniel Caldeira

    Acho que é praxe todos parabenizar pelo trabalho e esforço. Não vou fugir a regra, gosto muito do conteúdo de vocês é um ótimo guia para quem não tem muita ideia por onde começar a quebrar a cabeça com a filosofia. Meu nome é Daniel tenho 27 anos sou analista de suporte e moro em São Paulo.
    Esse último podcast excelente diga-se de passagem, me deixou com uma dúvida sobre a hierarquia de importância, porque no anterior Platão, teve frases como “Não haveria filosofia se não fosse Platão”, praticamente um Deus. Mas nesse vemos claramente que Sócrates é o divisor de águas nesse assunto. Minha cabeça projetada para 0 e 1 custa conseguir assimilar algo mais complexo, acho que estou procurando um definição ou um propulsor onde não existe ?

    Brincadeiras a parte, imagino que não se tenha uma hierarquia tão bem definida de importância, mas se tivéssemos que criar uma imagino que Sócrates estaria em primeiro certo ?

    Mais uma vez agradeço ao excelente conteúdo que nos traz e parabenizo o esforço dedicado.

    Abraços

    • Murilo Ferraz

      Olá, Daniel. Obrigado pelo apoio, é muito bom saber que estão gostando do trabalho.

      O Marcos vai conseguir responder melhor a sua pergunta do que eu mas vou dizer o que eu acho sobre isso.

      Acho que falar que o Platão e o Sócrates começaram a Filosofia é uma leitura tradicional da história da Filosofia (ocidental) na academia. Há quem reivindique, por exemplo, que já se fazia Filosofia na África antes disso, mesmo que não tivesse esse nome e a gente ainda vai falar mais sobre isso aqui no site.

      Essa tradição divide a Filosofia entre pré e pós socrática, coloca Sócrates como um divisor de águas. Só que Sócrates não deixou nada escrito, então dá para considerar que o Platão começou esse jogo ao registrar tanto as suas ideias quanto as de Sócrates (e no meio disso colocou muitas de suas ideias na boca do Sócrates).

      Espero ter respondido parte da sua dúvida e fico sempre feliz em ver pessoas que, assim como eu, estudaram exatas e buscam aprender alguma coisa de outras áreas, sem preconceitos.

      Se não ficou claro ou tiver mais dúvidas, fique à vontade para perguntar. Esse espaço aqui é justamente criado para iniciar um diálogo, tentar avançar nos debates.

      Abraços e até os próximos episódios!

    • Marcos Carvalho Lopes

      Oi Daniel, obrigado por sua pergunta. O Murilo já explicou muito bem o dilema. Mas a tensão que você observou não é em vão. Há uma frase muito boa e reducionista que diz: “Sócrates viveu a filosofia, Platão escreveu filosofia e Aristóteles sistematizou a filosofia”. Sócrates teria criado um modo de vida, Platão o gênero literário de escrita, já Aristóteles foi o primeiro a sistematizar seus problemas e áreas de investigação. Acho que isso não é uma resposta… mas como você já desconfiava, uma forma de continuar a conversa. Abraço,
      Marcos