8 comentários

sobre o podcast Vozes da UNILAB

vozesNa última semana lançamos o podcast Vozes da UNILAB. Deixa explicar (bem) melhor. O podcast faz parte de um projeto de extensão da Universidade da Integração Internacional da Lusosonia Afro-brasileira (UNILAB), que foi criada para promover a integração entre o Brasil e os países lusófonos (com enfâse aos da África). Eu trabalho desde maio de 2014 na UNILAB em São Francisco do Conde na Bahia, no chamado Campus dos Malês temos hoje dois cursos de graduação: Humanidades (com terminalidades em Ciências Sociais, História, Pedagogia e Relações Internacionais que principiam no próximo ano) e Letras. A UNILAB tem como diferencial esta busca de integração com a África, algo que não ocorre apenas em termos retóricos, mas que se efetiva na convivência entre estudantes do Brasil com os estudantes dos países parceiros (Guiné-Bissau, Moçambique, Angola, São Tomé e Principe, Cabo Verde e Timor), assim como a mudnaça de perspectiva nos próprios professores, que aqui tem a necessidade de pensar à África como parte de seu dia-a-dia.

O podcast foi feito a partir de entrevistas com professores, taes e estudantes realizadas, em sua maioria, no primeiro semestre de 2016. As entrevistas depois vão ser editadas procurando contruir uma narrativa (storytelling), que aperece na voz da pessoa entrevistada. Quando a pessoa entrevistada possui outra língua m0001-nemesioaterna que não é o português, fazemos também uma breve entrevista neste idioma. Por exemplo, nosso primriro entrevistado foi o estudante de Humanidades guineense Nemésio Alves de Sá, e ele nos condedeu uma pequena entrevista em guineense.

O podcast faz parte do projeto de extensão “Bota a fala: hip-hop, reconhecimento e paidéia democrática”, sendo outra forma de tentar ouvir a voz das pessoas desta comunidade e aproximar as pessoas de seu projeto, promovendo reconhecimento e integração. O primeiro episódio foi lançando na quarta-feira,e, para nosso surpresa, até agora quase a metade dos downloads (192 únicos) vem do exterior: Brasil (97), Portugal (24), Marrocos (20), Estados Unidos (12), Senegal (9), Reino Unido (7), Guiné-Bissau (7), Russia (2) e outros (12). Esse número é bem interessante porque demonstra um pouco sobre como como a diáspora se dá: muitos destes ouvintes são de países onde há grupos de estudantes guineenses. Em verdade, existem muitos mais dados que devem ser analisados no futuro, mas o mais importante é o aspecto humano, a possibilidade de conhecer mais a vida e a trajetória das pessoas que dão vida à UNILAB.

Episódios novos devem ser lançados de 15 em 15 dias, sendo previstos 8 para essa primeira temporada.  Murilo Ferraz Franco (o host do filosofia pop) faz a consultoiria técnica do projeto e os estudantes Avelino Vaz, Jeisiane Rodrigues, Noemia Monteiro, Rafaela Bacelar, Sandra Nancassa e Wesley Machado ajudaram em todo o processo de gravação, transcrição, edição etc.

Convido então os ouvintes do podcast e leitores do site filosofia pop a conferir este trabalho:

itunes: http://itunes.apple.com/us/podcast/vozes-da-unilab/id1178520896?mt=2

feed: http://vozesdaunilab.unilab.edu.br/index.php/feed/podcast/ 

site: http://vozesdaunilab.unilab.edu.br

facebook: http://www.facebook.com/vozesdaunilab/

 

Alguns vídeos:

Marcos Carvalho Lopes

  • Eunice Adilina de Carvalho

    Parabéns a todos gostei muito dos relatos dos alunos e deixa o registro de uma troca de conhecimento o que nos enriquecem e estimula a novos olhares.

  • Muito bom

    • Que bom que curtiu, @BichoPapao:disqus. Ainda está começando mas tem muito potencial este trabalho.

    • Marcos

      Que bom que gostou. Provavelmente vão haver episódios mais ou menos interessantes… mas acho que vale a pena!

  • Já assinei o feed.
    😉